joraga.dos1001deNÓMIOS

aminhaTEIAinterminávelnaREDEilimitada

um ANDARILHO em viagem pelas
7 partidas... 7 jornadas... 7 mundos... 7 mares... 7 temas... 7 espaços... 7 tempos...

por JORAGA o acrónimo de JOsé RAbaça GAspar e outros mais de 1001 deNÓMIOS...

contacto © joraga.net ® - desde 2002.09 aminhaTEIAnaREDE - início 2000.05 - joraga2000 - apoio: M. Cruz

ANDARILHO 7partidas
Poesia Décimas
- bart2838
- cart2326
Cancioneiro NIASSA

Canto do
ALENTEJO
NOVO(MÉRTOLA)

Canto do CANTE os COROS

 

BIBLIO-BIO - GRAFIA

José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS

 

LISTA DE LIVROS em eBOOK (PDF e DWB) para DOWNLOAD no Recanto das Letras

(à venda para os que puderem e a pedido para os interessados que não possam pagar)

 

(Em processo de inscrição e divulgação em Books Google )

 

 

José Rabaça Gaspar

zeraga... em viagem... como os RIOS que correm sempre para A MAR...

E-books

Uma Vis(i)ta aos Açores - Faial - Pico 1985 - 2004

Ano: 2008

Tamanho: 928 KB

Formato: EXE

Sinopse:

Esta Vis(i)ta aos AÇORES, afinal é resultado de várias visitas, em especial a de 1985 e 2004 e limitadas ao Faial e Pico, embora tenha passado por outras ilhas de maravilha... Estas notas têm estado à disposição em a minhaTEIAnaREDE - joraga.net, mas com pouca visibilidade. Decidi pois, para tornar mais acessível aos possíveis Amigos e potenciais Leitores, apresentar agora em novo formato e transformá-lo no que passei a denominar por LIVRO MÁGICO em DWB da Desk TopAuthor, para que tenha o prazer de ir folheando e acessando às Páginas da internet. Talvez possa vir a ser complementado com algumas músicas se tivermos autorização da FaiAlentejo... ou outras acessíveis...

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

O Gato do Telhado e a Gata da Janela

Ano: 2008

Tamanho: 634 KB

Formato: EXE

Sinopse:

Zé do TELHADO, Penedo Gordo, BEJA, Carnaval de 1988, (quando neste país aconteceu o DIA D = que era um DIA DE DEBATE no sentido de procurar soluções para a reforma do SISTEMA EDUCATIVO, mas com uma série de estudos já com muitas soluções e propostas, onde faltava, só, O ESTUDO BASE: O QUE É QUE ESTÁ MAL...E PORQUÊ?...QUAL É A REALIDADE?... e, a partir daí, QUAL a/s solução/ões?) A situação 2008, que se arrasta desde há dois, três anos, resulta pura e simplesmente de uma imbecilidade diplomada, fruto de uma incompetência arrogante e pretensiosa. Objectivos? Quem não sabe onde está, é evidente que não sabe, como ir, para onde quer ir!

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

A PARÁBOLA DA VINHA

Ano: 2008

Tamanho: 6 MB

Formato: EXE

Sinopse:

Um texto de 1990! Uma homenagem à luta dos Professores de todos os Tempos e Lugares, verificando, tão simples, que a luta de há 20 anos, já era igual... ou pior! É a tentativa de explorar... explorar... explorar... Está em formato DWB que eu chamo de Livro mágico!

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

A Condessinha de Aragão

Ano: 2008

Tamanho: 792 KB

Formato: PDF

Sinopse:

A CONDESSINHA de ARAGÃO Breve nota inicial A CONDESSINHA de ARAGÃO, que terá nascido de um RIMANCE medieval, aparece-nos em diversas versões que vão de um simples jogo a uma dança, teatro… versado e musicado de diferentes maneiras… Parece que terá sido adoptado como tradição popular, em diversas regiões, para celebrar diversas festas ou celebrações cíclicas ao longo de um calendário marca-do pelas estações ou festas, como o São Martinho, Carnaval ou relacionada com as festas locais… Atrevo-me a apresentar aqui uma série de recolhas e uma adaptação feita por mim pois me pareceu que assim se adaptaria melhor ao jogo das «escolhas» de cada uma das filhas da Condessa e a desafiar a perenidade e criatividade dos mais ousados do que eu.

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

A FEIRA

Ano: 2003

Tamanho: 2 MB

Formato: PDF

Sinopse:

A FEIRA Este livro vem de 1987 e é um hino à FEIRA DE CASTRO que se realiza desde o século XVII, no 3º domingo de Outubro, no Final / Início do Calendário Agrícola, onde os Camponeses podem vender o que produziram e comprar os produtos que lhes fazem falta… O Inverno está aí…em 2008, é a 18 e 19 de Outubro. A FEIRA de CASTRO, que é a FEIRA de Castro Verde, uma vila luminosa perdida na imensidão do Alentejo… Deste autor / poeta / escritor há tudo a esperar para nos surpreender. Autor porque está convencido que cria alguma coisa, quando desafia os outros a criar. Poeta, porque tenta pôr um uniVERSO de palavras a rimar sem rima e até sem métrica, para que os outros criem a sua Poesia. Escritor porque escreve, não porque tenha livros vendidos, para que os outros criem os seus livros… Como José d’A MAR, já nos apresentou, A MAR, e A ILHA... Agora, como José Penedo de Castro, apresenta-nos, como Cigano Andarilho de Feiras, uma FEIRA, a FEIRA de CASTRO VERDE, como imagem de outras FEIRAS, outros lugares de Compra / Venda, de Encontros / desEncontros... de Enganos / Ilusões... onde as palavras surgem em catadupa alucinante a criar imagens, que cada leitor vai reCriar à sua maneira ou rejeitar como verborreia inútil e disparatada, perante os novos Centros de Convívio, de Comércio, de Compra / de Ilusões... Com a FEIRA, outros e trabalhos ancestrais, coisas do passado… Enfim, não é para levar a sério! São coisas muito sérias de poetas malditos. Em papel e-libro.net

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

A ILHA

Ano: 2003

Tamanho: 592 KB

Formato: PDF

Sinopse:

...a ILHA é a ILHA – todas as ILHAS que emergiram do MAR ou de A MAR... aqui materializada na ILHA DO PESSEGUEIRO... ou a ILHA DO PESQUEIRO, onde havia tanques para a salga do peixe! uma pequena ilha despovoada que existe em Portugal, na Costa Vicentina, em frente a uma pequena povoação, que se chama Porto Covo e se pode avistar de quase todas as dunas e praias, que se estendem desde Sines e até Vila Nova de Mil Fontes... É, talvez, a ILHA inventada pelo Épico no Canto IX do seu imortal Poema os Lusíadas — a ILHA DOS AMORES... onde os Nautas LUSOS se transformam em Deuses-Argonautas... É, talvez, a TERRA com todos os Continentes, que não passam de pequenas Ilhas que surgiram da imensidão do MAR ou de A MAR — o PLANETA a que todos chamam TERRA, mas que o Poeta decide chamar PLANETA MAR — A MAR, a remeter para o verbo AMAR… ver: A MAR. As LENDAS, aqui efabuladas, são uma invenção do autor, que assina José D’A MAR, um deNómio de José Rabaça Gaspar, como acontece na outra obra intitulada A MAR e assim se assume, mais uma vez, como um Homem seduzido pelo MAR, ou antes por A MAR; como Nauta, que nunca andou nas Caravelas, mas nelas “navega” sem cessar por todo o Universo; como Marinheiro; nunca manobrou os Navios em que viajou, a não ser em sonhos; como Homem de A MAR, que gosta de mergulhar e nadar e de se perder nas ondas de A MAR, mas que tem um profundo respeito por A MAR e continua, há mais de seis décadas, à procura da sua ILHA... em A MAR... Em papel e-libro.net

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 

A MAR

Ano: 2003

Tamanho: 569 KB

Formato: PDF

Sinopse:

A MAR – sinopse Como a água das fontes e dos rios, a VIDA, todas as VIDAS, correm sempre para O MAR… A MAR… AMAR… Nestes poemas com a influência de Camões, Torga e Borges, é proclamada a subversão: O MAR é A MAR! Publicado em - www.e-libro.net . Diz Fátima Borges: José d’A MAR poeta na alma traz consigo o ciclo de renascer da força das águas. O José é um mar de emoções vividas num mundo demasiado interiorizado, manifestado aqui em turbilhões de sentimentos e inconformismo dando vida às palavras e dando voz a quantos nele se revêem. Escritos em diferentes fases do seu percurso revelam, todos eles, o grito calado, de um inconformismo com o Mundo dos Homens. Vale a pena percorrer estes versos como rios de um mar em contínua transformação. Este livro é uma série de contradições, mas é um terramoto, um cataclismo, uma subversão universal… José d’A MAR não é o nome do autor, não é pseudónimo, não é heterónimo. É deNÓMIO, uma entidade diferente, outro, anjo ou demónio, ou musa, não que inspira mas escreve ou fala… e não é UM, são muitos… Um para cada poema… O Poeta não é poeta, pois como diz noutra obra “desisti de ser poeta …” porque não aceita as regras impostas e não admite ser “capado” por ninguém nem nenhuma autoridade, mesmo literária… A palavra MAR em português é – o mar, masculino, mas ele diz que é – A MAR e é feminino… Afinal, TODOS vivemos no PLANETA MAR… A MAR… AMAR. Em papel a pdido - e-libro.net - ver em livros à venda...

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de José Rabaça Gaspar e seus deNÓMIOS e o site www.joraga.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Crie o seu próprio Site do Escritor no Recanto das Letras

Página atualizada em 02.06.09 09:33

--------------------------------------------------------------

 

LISTA DE LIVROS À VENDA no Recanto das Letras para envio em PDF)

(à venda para os que puderem e a pedido para os interessados que não possam pagar)

 

José Rabaça Gaspar

zeraga... em viagem... como os RIOS que correm sempre para A MAR...

Livros à Venda

VIDE VERSOS - Antologia ABRALI

Autores: 

zeraga, Abrali - vários autores, Celso Brasil e outros

 

Editora: ABRALI EDITORA

Ano: 2008

Páginas: 100

Tipo: impresso

Preço: EUR15.00

Sinopse:
Criação do designer Gráfico Claudio Duarte. Imagem/Foto: - Uma maravilhosa vista do Alto da Pedra Branca - Palhoça - Florianópolis - Santa Catarina - Sul do Brasil do fotógrafo amador Alecsandro Cecato. Vale lembrar que a imagem não sofreu nenhuma intervenção na arte, nem alteração nas cores. Foi utilizada a foto original! ABRALI - http://www.abrali.com/index.htm (Não tenho informação do número final de páginas nem do preço).

 

PRESÉPIO - Auto de Natal da Freguesia de São Matias - Beja

Autores: 

zeraga, Casa do Povo de São Matias

 

Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 110

Tipo: e-book

Preço: EUR10.00

Sinopse:
Digitalizado em 1999 – Publicado em parte na Revista ARQUIVO DE BEJA, Vol. XV – série III – DEZ 2000 e agora em 2008 (PDF. AUTO que tem sido representado desde tempos imemoriais pela POPULAÇÃO DA ALDEIA DE SÃO MATIAS, freguesia do Concelho de BEJA. A última representação, por testemunhos recolhidos junto de intervenientes ainda vivos, familiares de participantes e testemunhos oculares, data possivelmente do NATAL DE 1953 Em 1994, O GRUPO DE TEATRO DO CENTRO CULTURAL DA CASA DO POVO DE SÃO MATIAS, dedicou-se ao paciente trabalho de recolher de um velho livro manuscrito e passar de velhos papéis, as falas de cada um dos personagens, para penosamente reconstituir um AUTO DA TRADIÇÃO POPULAR que já só muito vagamente permanece na memória de algumas pessoas de idade. Tentaremos fazer um historial destas memórias e, pouco a pouco, reconstituir, com a fidelidade possível a sua pureza original e de seguida, com a intervenção de poetas populares e gente da povoação refazer o AUTO que julgamos adequado aos tempos de hoje, para um REGRESSO AO FUTURO.

 

POETAS POPULARES DO CONCELHO DE BEJA

Autores: 

zeraga, Abílio Teixeira da DGAEE de Beja, Poetas Populares do concelho de Beja - vários

 

Editora: Concelhia da DGAEE - Beja

Ano: 1987

Páginas: 200

Tipo: impresso

Preço: EUR5.00

Sinopse:
Poetas Populares do Concelho de Beja / coord. Concelhia da Direcção Geral de Apoio e Extensão Educativa, Associação para a Defesa do Património Cultural da Região de Beja, Divisão Sócio-Cultural da Câmara Municipal de Beja. - Beja : Câmara Municipal, 1987. - 200 p. ; 27 cm BN L. 41152 V. BN L. 41152 V. BN L. 42799 V. Exemplar com dedicatória do seleccionador José Rabaça Gaspar. UCBG 6-10-6-74 - CDU 869.0-1 A/Z (469.521) (Não tenho confirmação do preço, nem se há livros à venda)

 

POEGRAPHIA - Antologia ABRALI

Autores: 

zeraga, Abrali - vários autores, Celso Brasil e outros

 

Editora: ABRALI EDITORA

Ano: 2008

Páginas: 100

Tipo: impresso

Preço: EUR15.00

Sinopse:
Criação da capa Celso Brasil - Design Gráfico Claudio Duarte Capa - O círculo: Uma Teoria - Ainda que os primatas fossem inteligentes como nós, eles não conseguiriam escrever porque seu polegar era muito curto. Ao longo da evolução o polegar se contrapôs ao indicador e isso fez nascer a escrita. Na figura o observador pode notar que, da mão ao centro, através da pena, brota um texto em ARAMAICO do séc. VI a.C. e a referida pena, imagem mais contemporânea, simula a escrita de uma época extremamente remota. O texto do círculo foi extraído de uma tigela usada para fins mágicos da região de nascimento de Jesus Cristo. Imagem de fundo: HIERÓGLIFOS EGÍPCIOS em um idioma chamado CINGALÊS, que chama atenção pela sua estranheza, numa reprodução artística contemporânea, em alto relevo. (Não tenho indicação do número final de páginas, nem do preço)

 

Os LOBOS de MANIAMBA - Memórias da CART 2326 - Moçambique 1968-1970

Autor: 

zeraga

 

Editora: Cart 2326

Ano: 2005

Páginas: 156

I.S.B.N.: 972 9171 03 3

Tipo: impresso

Preço: EUR5.00

Sinopse:
Em «Os LOBOS de MANIAMBA - Memórias da CART 2326 - Moçambique 1968-1970», aparece o meu nome José Rabaça Gaspar, como autor da apresentação e grande parte dos textos, mas a dar corpo e organização aos testemunhos de muitos militares que integraram esta Companhia de Artilharia, integrada no BART 2838, com a CCS, CART 2324 e CART 2325. Além de textos da época e actuais, fala dos convívios que realiza desde 1980 e apresenta uma versão do que ficou conhecido como «O CANCIONEIRO do NIASSA». Este livro NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, dirigindo o pedido ao autor coordenador zeraga@gmail.com, que encaminhará para o responsável da editora e produtora da CART 2326.

 

O PASTOR

Autor: 

zeraga

Editora: e-libro.net

Ano: 2005

Páginas: 164

I.S.B.N.: 1-4135-3601-8

Tipo: impresso

Preço: EUR9.00

Sinopse:
Com o deNOMIO Viriato dos Hermínios, joraga apresenta O PASTOR - LENDA/s do PASTOR DOS HERMÍNIOS – que pretende ser só uma MENSAGEM fascinante ditada pela ESTRELA, do alto dos seus 2000 anos (altitude 1993m) (chegou com 5, agora 8 anos de atarso) – A SERRA, do Pastor que conquistou os MONTES ERMOS! Viriato dos Hermínios foi encarregado de divulgar esta mensagem a quem a quiser ouvir. Há mais 5 lendas complementares, recolhidas de vários autores. Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de \"livro a pedido\" ou edição virtual através da e-libro.net

 

NOMINALIA

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2005

Páginas: 526

I.S.B.N.: 1-4135-3547-X

Tipo: impresso

Preço: EUR19.00

Sinopse:
joraga com o deNOMIO de Herminia Herminii, a GUARDIÃ dos segredos herméticos dos Montes Hermínios, outro nome da Serra da Estrela, APRESENTA - Uma TRILOGIA da minha STerra – Serra da Estrela, Manteigas, a minha Terra na Serra… NOMINALIA é uma Sinfonia vastíssima e caótica cujas notas não são outra coisa senão NOMES: terras, lugares, apelidos, alcunhas, expressões… de Serra da Estrela, Manteigas, terra do autor. Como não podia deixar de ser, todos estes nomes dão lugar a poemas e a torrentes de redondilhas... Apresenta ainda uma vasta Bibliografia. Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de \"livro a pedido\" ou edição virtual através da e-libro.net

 

Navegantes das Letras - Antologia da ABRALI

Autores: 

zeraga, Abrali - vários autores, Celso Brasil e outros


Editora: ABRALI EDITORA

Ano: 2008

Páginas: 100

Tipo: impresso

Preço: EUR15.00

Sinopse:
Esta obra está sendo organizada desde 2007. Navegantes das Letras é mais um marco da cultura lusófona, reunindo autores brasileiros e portugueses num conteúdo onde a Poesia tem uma expressão de destaque, seguido de Contos e Crónicas. Trata-se de uma colectânea de temas livres, em verso e/ou prosa. Textos literários de autores seleccionados. Nas páginas de cada autor o leitor encontrará referências que trazem as similaridades culturais dos países que falam o português e que atestam as origens de um povo que vem desenvolvendo um intercâmbio cada vez maior. O lançamento internacional prevê grande repercussão e garante a presença da obra nas principais bibliotecas de vários países lusófonos e não lusófonos, porém, que contam com uma comunidade representativa que fala, lê e escreve na língua de Camões.(Não tenho confirmação do preço, nem se há livros à venda)

 

NATAL – FESTA COMUNITÁRIA

Autor: 

zeraga


Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 82

Tipo: e-book

Preço: EUR5.00

Sinopse:
NATAL – FESTA COMUNITÁRIA (82 páginas) NATAL Festa Comunitária – uma obra que nasceu de uma outra, em 1996, que se chamou NATAL NA ESCOLA – UMA RECOLHA de CANÇÕES (em várias línguas: Latim, Francês, Inglês, Alemão) poemas, textos...DE NATAL para servirem de base a diversos trabalhos dos e com alunos e grupos de teatro, com oportunidade de surgirem sempre outros textos e outras ideias… e agora toma uma dimensão mais abrangente à disposição de quem se mostrar interessado… Como complemento, e dada a dimensão que atingiu, decidi fazer uma outra colectânea intitulada CANTES AO MENINO.

 

MANTEIGAS

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2006

Páginas: 192

I.S.B.N.: 1-4135-3614-X

Tipo: impresso

Preço: EUR11.00

Sinopse:
Hermes do Zêzere é aqui o deNOMIO de joraga. Manteigas enoVELADA em muitas lendas e A LENDA de como foi descoberto o lugar onde hoje é MANTEIGAS e do PORQUÊ de ser este nome usado, contrariamente ao uso corrente, no plural - manteigas... & o que são OU PODEM SER os ribeiros e ribeiras e caminhos e estradas… que serpenteiam pela Serra... Este livro constitui uma TRILOGIA sobre a Serra da Estrela, com ALFÁTIMA e O PASTOR. Outra trilogia foi reunida nas 526 páginas de NOMINALIA, com a 1. Toponímia (nomes dos lugares, a palco onde se movem os «actores», 2 os NOMES de registo e ALCUNHAS mais vulgares, e 3, o FALARe, com expressões e modos de falar da região. Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de \"livro a pedido\" ou edição virtual através da e-libro.net

 

LENDAS DE BEJA – O TOURO E A COBRA E OUTRAS LENDAS E MITOS

Autor: 

zeraga

 

Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 314

Tipo: e-book

Preço: EUR20.00

Sinopse:
LENDAS DE BEJA – O TOURO E A COBRA E OUTRAS LENDAS E MITOS, JRG, com o deNómio de José Penedo, conta e/ou reconta Lendas de Beja – o Touro e a Cobra e outras lendas e mitos – que se pode OUVER na voz do Povo e nas Letras das Estrelas. Em Word e PDF – 314 e 436 páginas – em estudo para tentar publicação em formato de papel a pedido… Mas que, desde já, pode ser enviado pelo autor.

 

Lendas da Moura SALÚQUIA

Autores: 

zeraga, Moura Salúquia AMCM - vários

 

Editora: Moura Salúquia - AMCM

Ano: 2005

Páginas: 250

Tipo: impresso

Preço: EUR15.00

Sinopse:
«Lendas da Moura SALÚQUIA», Março de 2005, com mais de duas dezenas de versões / autores, uma Edição de “Moura Salúquia” AMCM (Associação das Mulheres do Concelho de Moura), 250 pp., tem prefácio e colaboração com mais de 10 versões da lenda e uma Décima de José Rabaça Gaspar; Ed. SALÚQUIA – AMCM – Associação das Mulheres do Concelho de Moura, Março de 2005. (Não tenho confirmação do preço, nem se há livros à venda)

 

GRITOS NA SOLIDÃO - Décimas de Inocêncio de Brito (PDF)

Autores: 

zeraga, Cremilde de Brito, José Fialho


Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 176

Tipo: e-book

Preço: EUR15.00

Sinopse:
GRITOS NA SOLIDÃO - Décimas de Inocêncio de Brito A evocação do Pastor... na imensa solidão, Capa da edição na e-libro, com arranjo de Isabel Juvera, e-libro Baseada em foto de uma colecção de postais de Rui Cunha ©2006 José Rabaça Gaspar, com recolha de textos e dados, organização, comentários e esboço de um estudo; com a colaboração dos Familiares, o neto Paulino de Brito e sua filha D. Cremilde de Brito; José Fialho, bisneto, que terá herdado a veia poética do seu bisavô, os jovens e admiradores que recolheram, reescreveram e dactilografaram as décimas de Inocêncio de Brito que muitos sabiam de cor, salientando aqui, em sua representação, os que mais me deram o seu contributo: o Senhor Manuel de Sousa Aleixo, o seu filho, Manuel Alexandre de Sousa Aleixo e Maria de Fátima da Vinha Borges, a minha companheira, natural de S. Matias, porventura a responsável deste trabalho ter acontecido. O essencial deste trabalho foi publicado na Revista ARQUIVO DE BEJA, vol. XII, série III, Dezembro de 1999. ©Edição virtual e em papel, e-libro.net, Buenos Aires, Junho de 2006 ISBN 1-4135 - 3624 - 7 – edição virtual ISBN 1-4135 - 3625 - 5 – edição em papel Esta edição aparece agora em PDF para poder fornecer aos Amigos e admiradores de Inocêncio de Brito e tem o precioso contributo do investigador Dr. José António Cabrita que conseguiu as certidões relacionadas com IBrito e esposa.

 

GRITOS NA SOLIDÃO

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2006

Páginas: 160

I.S.B.N.: 1-4135-3625-5

Tipo: impresso

Preço: EUR14.00

Sinopse:
GRITOS NA SOLIDÃO – Décimas de INOCÊNCIO DE BRITO – um POETA popular de S. Matias, Beja. Foi um Mestre esquecido e ignorado por muitos, mas continua vivo na boca do povo da sua terra que sabe as suas décimas de cor... – José Rabaça Gaspar (coordenou, recolheu e digitalizou) teve a colaboração da família ainda viva representada por Cremilde de Brito e José Fialho e contou com a memória do "Blé" o Senhor Manuel de Sousa Aleixo e do filho Manuel Alexandre e, praticamente toda a aldeia, representada nos responsáveis da Junta de Freguesia (Olímpio Carvoeiras) e da Casa do Povo (Isabel Borges) que se empenharam nesta edição. Inocêncio de Brito —1853? – 1938?— foi um notável Mestre na Arte de versar em Décimas “construindo” importantes temas com um profundo fundamento como a Morte, a Guerra, a Mulher e diversos temas do quotidiano… Consideramos as DÉCIMAS como a ARTE MAIOR da Poesia Popular. Há que estudar e divulgar esta ARTE! Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de \"livro a pedido\" ou edição virtual através da e-libro.net

 

CANTES AO MENINO - ALENTEJO

Autor: 

zeraga

 

Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 68

Tipo: e-book

Preço: EUR5.00

Sinopse:
CANTES AO MENINO – (68 páginas) (Uma recolha (72 registos) de um TESOURO invulgar e precioso do Cancioneiro Religioso Popular do Alentejo, com uma originalidade, riqueza melódica e variedade espantosas que tem qualquer coisa de diferente em cada terra… em cada zona… quase em cada monte… Este trabalho parte de uma listagem e recolha de letras enviadas por FaiAlentejo, de José Francisco Pereira, e Lugar ao sul de Rafael Correia, recorrendo depois a diversa bibliografia ali indicada, completada com as gravações de Manual Aleixo de S. Matias Beja.

 

AUTO DA VISITAÇÃO uma adaptação do MONÓLOGO DO VAQUEIRO

Autor: 

zeraga


Editora: autor

Ano: 2008

Páginas:

Tipo:

Preço: EUR5.00

Sinopse:
AUTO DA VISITAÇÃO (AUTO DO VAQUEIRO) (82 páginas) uma adaptação perversamente livre do MONÓLOGO DO VAQUEIRO, O PRIMEIRO AUTO DE GIL VICENTE em 8 de JUNHO de 1502, representado na câmara de D. Maria, no nascimento do futuro D. João III (É)ERA uma ÉPOCA em que se descobr(em)iam NOVOS MUNDOS e NOVOS CAMINHOS e se abr(em)iam as portas para o (RE)NASCIMENTO dum MUNDO NOVO.

 

ALFÁTIMA

Autor: 

zeraga


Editora: e-libro.net

Ano: 2004

Páginas: 124

I.S.B.N.: 1-4135-0186-9

Tipo: impresso

Preço: EUR8.00

Sinopse:
Com este livro sobre a LENDA da MOURA – ALFÁTIMA – o autor, com o deNOMIO José da Serra do Vale do Zêzere, decide regressar ao FUTURO, à sua STerra – Serra da Estrela – Manteigas, com 10 Lendas da Moura encantada, à espera de uma libertação gloriosa, com Cristãos e Mouros… A HUMANIDADE, um só POVO, com o tesouro da sua polícroma diversidade interCULTURAL. Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

 

Alentejo - uma visão panorâmica de joraga

Autor: 

zeraga


Editora: autor

Ano: 2007

Páginas: 44

Tipo: e-book

Preço: EUR10.00

Sinopse:
ALENTEJO – uma VISÃO panorâmica por joraga, a convite dos amigos da CASA DO EDUCADOR do Seixal e UNISSEIXAL, Universidade Sénior… Um livro em formato DWB , que vai passando na tela alguns aspectos da sua identidade: Abre com BANQUETE de Torga; passa Pelo Falare… 1. carta a Fialho; 2. memórias do Loendrero; 3. anedotas… passa para 4. as Lendas de Beja, Serpa, Moura…. 5. a Poesia Popular, as DÉCIMAS; vai até 6. Às FEIRAS, a Feira de Castro…; e 7. ao CANTE e Grupos Corais…; detém-se um pouco em 8. Mértola e seus fascínios; e vai até aos 9. Aletejanos MIGRADOS… aqui e no Mundo; e tem músicas e 10. Bibliografia…

 

A SERPE

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2004

Páginas: 118

I.S.B.N.: 1-4135-0143-5

Tipo: impresso

Preço: EUR7.00

Sinopse:
José Penedo de Serpa, outro deNomio de JRG, como José d'A MAR, José Penedo de Castro e, e José Penedo, canta agora AQUI, as Lendas da SERPE, que pode ser o Rio ANA, e as origens de SERPA e Mértola... Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

 

A MOURA

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2004

Páginas: 136

I.S.B.N.: 1-4135-0165-6

Tipo: impresso

Preço: EUR8.00

Sinopse:
José Penedo de Moura, outro deNómio de JRG, canta agora AQUI, através de 10 “vozes” – autores diferentes, as Lendas da MOURA SALÚQUIA que deu nome à cidade de MOURA, a Sudeste do Alentejo, cidade cristã, com nome pagão – ou a UTOPIA da CONVIVÊNCIA (im)Possível!!! A «Moura Salúquia» AMCM (Associação das Mulheres do Concelho de Moura) editou depois, em 2005, uma bela edição com mais de duas dezenas de versões desta mesma LENDA da MOURA SALÚQUIA, onde incluiu estas 10, me pediu o Prefácio e me deu a honra de estar na apresentação, nas comemorações do DIA da MULHER, em Março de 2005. Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

 

A MAR

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2003

Páginas: 102

I.S.B.N.: 950-502-602-6

Tipo: impresso

Preço: EUR7.00

Sinopse:
Com o deNOMIO - José d'A MAR, zeraga, que tb utiliza o anagrama joraga, da primeira sílaba do nome JOsé RAbaça GAspar e agora muda o - JO - de JOsé em - ZÉ - escreve uma centena de páginas de poemas subordinados ao TEMA - MAR. Mas deixa de ser O MAR e passa a A MAR! Como a água das fontes e dos rios, a VIDA, todas as VIDAS, correm sempre para O MAR… A MAR… AMAR… Nestes poemas com a influência de Camões, Torga e Borges, é proclamada a subversão: O MAR é A MAR! Este livro está à disposição, na categoria de e-livros PDF e pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" através da e-libro.net

 

A ILHA

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2003

Páginas: 80

I.S.B.N.: 1-4135-0117-6

Tipo: impresso

Preço: EUR6.00

Sinopse:
A ILHA, na sequência de A MAR, é um poema carregado de LENDAS e pretende ser um desafio para que os leitores descubram a MAGIA de criarem a sua própria ILHA em A MAR... A ILHA simbólica é a ILHA do PESSEGUEIRO ou do "Pesqueiro", em frente a Porto Covo, Sines e o autor procura apresentar as suas LENDAS enCA/Ontadas em redondILHAS... Este livro está à disposição, na categoria de e-livros PDF e pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

 

A FEIRA

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2003

Páginas: 154

I.S.B.N.: 1-4135-0127-3

Tipo: impresso

Preço: EUR9.00

Sinopse:
Do mesmo autor José d’A MAR, dos livros A MAR e A ILHA, mas agora com outro deNÓMIO, José Penedo de Castro, como cigano andarilho de FEIRAS, tenta mostrar com palavras e imagens o movimento e o colorido destes centros de Encontros e desEncontros... A FEIRA de CASTRO, que é a FEIRA de Castro Verde, uma vila luminosa perdida na imensidão do Sul do Alentejo, no pequeno país, Portugal, mas ainda assim, cabeça da Europa, na linguagem dos Poetas como Camões e Pessoa, é, possivelmente a imagem de todas as FEIRAS, transformadas, no mundo actual do século XXI, em grandes Centros Comerciais e Fóruns, onde as pessoas procuram TUDO ou... não procuram NADA... Este livro está à disposição, na categoria de e-livros PDF e pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

 

A FAMÍLIA DOS PAIVA RABAÇA

Autor: 

zeraga

 

Editora: autor

Ano: 2008

Páginas: 200

Tipo: e-book

Preço: EUR10.00

Sinopse:
A FAMÍLIA DOS PAIVA RABAÇA (200 PÁGINAS) Autoria e Organização de José Rabaça Gaspar (neto da avó Encarnação, 4º filho de Prazeres, a 5ª filha de Encarnação) e de Elísio Rabaça Gaspar) baseado, nos DADOS recolhidos nos Álbuns de fotografias guardados pelo pai Elísio; nas FESTAs CONVÍVIOs dos PAIVA RABAÇA, desde 06.10.1990, o 1º, e que realizaram o 10º em 5 de Maio de 2001, em que participam os Rabaça Serra, os Rabaça Gaspar e os Antunes Duarte, descendentes da Avó Encarnação, (0 17º EM 2008.11.08) e também, nos DADOS fornecidos por José de Bastos Rabaça e Jorge Fraga Baptista, organizadores da documentação e FESTA / convívio dos RABAÇAS, alargada aos descendentes dos 8 filhos de António Craveiro Rabaça e Delfina da Assunção, acima mencionados, (todos menos a Cândida) e teve lugar em Manteigas, em 8 de Junho de 1996. Encerra com o nascimento da Francisca, em 2009.0121 e fica aberto para as novas gerações. zeraga, Corroios, Janeiro de 2009.

 

A COBRA

Autor: 

zeraga

 

Editora: e-libro.net

Ano: 2003

Páginas: 184

I.S.B.N.: 1-4135-0136-2

Tipo: impresso

Preço: EUR10.00

Sinopse:
Em A COBRA , José Penedo, outro deNómio como José d’A MAR, e José Penedo de Castro, canta-nos aqui, em BALADAS, as Lendas do Touro e da Cobra (uma LENDA de BEJA?) e o enCanto das Fontes... numa espécie de sinfonia em três Andamentos e várias Cantatas... Este livro ainda NÃO está à disposição, na categoria de e-livros PDF, mas pode ser adquirido, na edição em papel, na modalidade de "livro a pedido" ou edição virtual através da e-libro.net

Crie o seu próprio Site do Escritor no Recanto das Letras

Página atualizada em 02.06.09 09:22

 

BIO(BIBLIO)GRAFIA

Nota: deNómios de José Rabaça Gaspar. (www.joraga.net )
Não são um pseudónimo nem um heterónimo (exclusivo de Pessoa) mas um neologismo inventado, um NOME (outro), anjo ou demónio, musa inspiradora, que escreve através do autor, o livro ou cada um dos poemas do autor.

José RABAÇA GASPAR - usando 1001 deNÓMIOS diversos...

Professor de Língua e Literatura Portuguesa, já dispensado do Ensino Oficial, EM dEZEMBRO DE 2000, é de novo aluno.
Nasceu na Serra da Estrela, Manteigas (1938), tirou o Curso Superior de Filosofia e Teologia, na Guarda, e exerceu a sua actividade, desde 1961 em várias localidades da Serra - Loriga, Gouveia, Covilhã e Ferro, passando depois pela Academia Militar, em Lisboa, antes de cumprir o Serviço Militar em Moçambique - Metanguala, Maúa e Nampula, (4 anos) tendo passado algum tempo em Angola - Luanda e Benguela.
Frequentou depois, em Paris, um Curso intensivo de Animação Cultural, para os Povos em Desenvolvimento e Alfabetização, com Paulo Freire, e esteve, 4 anos, nos Serviços de Apoio aos Emigrantes Portugueses na Alemanha onde frequentou Cursos de Alemão e leccionou Português.
De regresso a Portugal, em 1975, esteve primeiro a trabalhar nas Cooperativas Agrícolas como trabalhador agrícola, na Alfabetização e Animação Cultural tendo ingressado no ensino Oficial em 1976.
Leccionou em Rio Maior, Setúbal, Caldas da Rainha e cerca de 20 anos em Beja, Alentejo, procurando levar os alunos a aprender o melhor da Língua e da Literatura Portuguesa, a partir das suas raízes culturais. A Poesia Popular, as Canções, o Contos, as Lendas, os Provérbios e os usos e costumes, bem como a maneira característica de FALAR (saudações, nomes, alcunhas, expressões regionais...) serviam, normalmente, de base para aprender toda a gramática e "riqueza" da Língua e da Literatura.
Com mais de 20.000 páginas de Recolhas e Textos dispersos por mais de 200 obras alguma das quais podem ser consultadas em http://www.joraga.net - um ESPAÇO na NET - aminhaTEIAnaREDE... desde 09.2002.

PUBLICAÇÕES - Biografia

2008 - Participação em três Antologias da ABRALI, Junho d 2008: - VIDE VERSOS - Poesia em Liberdade; - NAVEGANTES DAS LETRAS - Antologia Literária Internacional; - POEGRAPHIA - Antologia Poética Internacional; … Poema, "…de noite ouvindo as estrelas, declamado por Celso Brasil. Em preparação, Outubro, Lendas de Beja - o Touro e a Cobra e outras Lendas & Mitos
Para a Alma Alentejana - IPSS - colaboração no boletim e proposta de criação do núcleo animAlentejo e AlentejoemRede, Junho - XIV Congresso - Alentejo XXI - Julho…
Reestruturação em MOODLE das principais Páginas de joraga.net, em MOODLE, para uma maior interactividade, como: - eAlentejo - Alice Galeria e A Minha Teia na Rede - Família dos Rabaça e todos os outros, como o CANTO DO CANTE, GRUPOS CORAIS ALENTEJANOSLivro da FAMÍLIA dos RABAÇA - em estudo para imptimir…

2007 - Participação na USALMA, Universidade Sénior de Almada, no Plano e execução da Área de Estudos sobre o Alentejo - propostas de trabalho e palestras mensais…e criação em MOODLE do eAlentejo… - Para UNISSEIXAL (Universidade Sénior do Seixal e Casa do Educador) o Llivro mágico sobre o Alentejo que pode ver em resumo no YouTube… e pedir para ver completo, com diaporama sobre o Alentejo. - Centenário do Pai Elísio - 2007.08.09.

2006 - Junho - GRITOS NA SOLIDÃO - Décimas de Inocêncio de Brito, um Poeta Popular de S. Matias, Beja, um Mestre ignorado e esquecido! - José Rabaça Gaspar (coord.) Cremilde de Brito, Manuel de Sousa Aleixo - in www.e-libro.net
- Centenário da Mãe Prazeres - 2006.12.15.

2006 - Março - MANTEIGAS - uma Terra na Serra enoVELADA em LENDAS, por Hermes do Zêzere.

2005 - Novembro - O PASTOR - LENDAS do Pastor dos Hermínios, por Viriato dos Hermínios, in www.e-libro.net
2005 - Março - "Que modas? ...que modos? (actas do 1º. Congresso do Cante Alentejano em Nov. de 1997)", edição de FaialAlentejo, Horta, Faial, Açores - colaboração com resumo da comunicação apresentada e participação em debates.
2005 - Março - OS LOBOS DE MANIAMBA - Edição da Cart2326, recolha de dados, organização, plano, digitalização e apresentação.
2005 - Março - Lendas de Moura, edição de "Moura Salúquia" AMCM* - Prefácio, colaboração e apresentação. -*Associação das Mulheres do Concelho de Moura
2005 - Março - NOMINALIA, com o deNómio de Herminia Herminii, in www.e-libro.net

2004 - Setembro - ALFÁTIMA, com o deNómio de José da Serra do Vale do Zêzere, in www.e-libro.net
2004 - Maio - A MOURA, com o deNómio de José Penedo de Moura, in www.e-libro.net
2004 - Abril - O Canto do CANTE - DEIXAS - as DÉCIMAS e os Poetas Populares, colaboração regular, no Jornal "Há Tanta Ideia Perdida" da Confraria do Pão, Alentejo, Alandroal, Terena…
2004 - Fevereiro - A SERPE, com o deNómio de José Penedo de Serpa, in www.e-libro.net

2003 - A GUERRA68/70 - LOBOS DE MANIAMBA - Memórias da Guerra Colonial da CART 2326 - Moçambique 1968/1970. (ver tb. in www.joraga.net com o Cancioneiro do Niassa e Canções de Guerra contra a Guerra...)
2003 - Dezembro A COBRA, com o deNómio de José Penedo, in www.e-libro.net
2003 - Outubro - A FEIRA, com o deNómio de José Penedo de Castro, in www.e-libro.net (ver em Poesia e Vanguardia)
2003 - Julho - A ILHA, com o deNómio de José D'A MAR, in www.e-libro.net (ver em Poesia e Vanguardia).
2003 - Maio - A MAR, com o deNómio de José D'A MAR, in www.e-libro.net (ver em Poesia e Vanguardia).
2003 - Fevereiro - Mértola - As Vozes do Silêncio - in www.joraga.net - Alentejo - Mértola...

2002 - Lenda/s do Pastor da Serra da Estrela (5 EXEMPLARES impressão e encadernação manual)
2002 - LENDA/s de ALFÁTIMA (5 EXEMPLARES impressão e encadernação manual)

2001 - Ceifeiro e Mil e Uma Noites - Grito do Índio, A LENDA do Pastor da Serra da Estrela, e NOMINALIA (5 EXEMPLARES impressão e encadernação manual)

2000 - Dezembro - in Revista Arquivo de Beja - Vol. XV, série III - PRESÉPIO - AUTO DE NATAL de S. Matias, Beja

1999 - Dezembro - in Revista Arquivo de Beja - Vol. XII, série III - Décimas de Inocêncio de Brito - GRITOS NA SOLDÃO.

1998 - Agosto - in Revista Arquivo de Beja - Vol. VII e VIII, série III - DÉCIMAS - Uma Linguagem Comum Ibero Americana

1997.01 - 1996.12 - SERPA enCANTADA EM LENDAS - Serpa Antiga - separata de SERPA INFORMAÇÃO, 4º série, n.º 17 (12.000 exemplares).

1997 - Dezembro - in Revista Arquivo de Beja - Vol. VI, série III - MOURA - 10 LENDAS - UMA LENDA - A Moura Amor A Morte - A Magia ou a Utopia da Convivência (im)possível.

1996 - Dezembro - in Revista Arquivo de Beja - Vol. II e III, série III - INSTITUTO ALENTEJANO DE CULTURA (IAC/D).
1996 - Setembro - AUTO DA VISITAÇÃO (DO VAQUEIRO) -NATAL NA ESCOLA OU A MAGIA DE TUDO RENOVAR - proposta de várias re/cr(i)eações. Ed. Da Escola Secundária João de Barros, Corroios, (50 exemplares impressão e encadernação manual).
1996 - Abril - in Revista Arquivo de Beja - Vol. I, série III - A/s LENDA/s do TOURO E DA COBRA - Uma lenda de Beja?

1995 Abril / Maio - A/s FEIRA/s - A FEIRA DE CASTRO EM VÃS REDONDILHAS - Brochura policopiada, (500 exemplares) ed. Escola Secundária João de Barros, Corroios e Junta de Freguesia de Corroios.
1995 Abril / Maio - ILHA DO PESSEGUEIRO - A/s LENDA/s enCoANTADAS em redondILHAS - Edição policopiada (100 exemplares) Junta de Freguesia de Corroios.

1995 - Março / Dezembro in LER EDUCAÇÃO Nºs 17/18 - Revista da Escola Superior de Educação de Beja - A LITERATURA (CULTURA TRADICIONAL) e o Desenvolvimento e a urgente criação de um INSTITUTO ALENTEJANO DE CULTURA /DESENVOLVIMENTO.

1994 - Abril e Maio O CANTO DO CANTE - in Jornal Terras do Cante Ano I, 1ª série, Nº 2 e Nº 3, Alcáçovas, Évora.

1993/94 - Ano Sabático - com especial relevo para o desenvolvimento dos trabalhos: LENDAS de BEJA, LENDAS de MOURA, diversos Bancos de dados (8/9) sobre Manteigas e Serra da Estrela.

1992/93 - Professor na Escola Secundária de Amora, Seixal

1987/92 - Professor na Escola Secundária Nº 2 de Beja (Escola Técnica Profissional). Esecial trabalho - celebração do s. Martinho com a re/criação de - A Condessinha - teatro, dança... e promoção de Exposições e Palestras... Quinzena do Alentejo na Escola Secundária, 1 de Corroios (João de Barros) com a apresentação dos Artesãos Alententejanos, Palestra sobre os Valores Culturais do Alentejo e apresentação das Lendas de Beja, em Beja, casa da Cultura e Corroios, Escola secundária Nº 1, pela Professora Natália quinta Queimada e Professor de Filosofia, com os seus alunos do 10º e 11º ano...

1987 (1989) - POETAS POPULARES DO CONCELHO DE BEJA – introdução, selecção, Anexos e Estudo final, arranjo gráfico, paginação e trabalho em processador de texto – Edição da Câmara Municipal de Beja - Concelhia DGAEE (Direcção-Geral de Apoio e Extensão Educativa, Beja, 1987.

1985/87 - Professor na Escola do Magistério Primário de Beja, Outubro, Évora – A Linguística e a Análise Literária como contributo para o Desenvolvimento do Alentejo – in ACTAS do CONGRESSO SOBRE O ALENTEJO, III volume, pp. 1127 – 1131; celebrações do 50º da morte de Fernando Pessoa e Centenário de Aquilino Ribeiro...

1980/85 - Professor na Escola Secundária Nº 1 de Beja (antes Liceu de Beja e depois Diogo de Gouveia), com trabalhos desenvolvidos na actualização de Autos de Gil Vicente e recolhas de Contos e Lendas, Décimas e Literatura Popular...

1979/80 - Professor na Escola Secundária de Caldas da Rainha, com trabalhos de recolhas e jornalismo...

1976/79 - Professor na Escola Secundária de rio Maior com trabalhos sobre as cheias do Ribatejo e minas de Sal-gema...

1975/76 - Trabalho de Alfabetização em Cooperativas Agrícolas – AZAGRO – Torre Bela, Aveiras, Azambuja... Uma brochura de 36 páginas sobre a Torre Bela e Cooperativas AZAGRO e uma dezena de volumes com estudos, notas e recolhas…

 

1972/75 - Na Alemanha, Mainz, Frankfurt, Darmstadt... trabalho com emigrantes, jornais e opúsculos, como as canções de protesto. Frequência de Cursos/s de Alemão na Universidade de Mainz e Trier e em Boppard, no Ghöte Institut, apontamentos e notas e apresentações em Slide Show e ilustradas com postais; Lecionar Cursos de Português para estrangeiros no INLINGUA, Frankfurt e Wiesbaden.

 

1971 Set. Out. Nov. – Curso no INOEDEP, em Paris. Evangelização e Desenvolvimento – Notas do Curso no INODOEP – Paris, Cadernos, notas e rascunhos – INOEDEP, Av. Reille, Paris, com José Luzia, José Alberto, Luís Osório e um grupo de brasileiros…

 

1971.08 - Alemanha, Mainz, férias de trabalho com emigrantes portugueses. A oportunidade de ter uma visão privilegiada dos emigrantes portugueses…

 

1970/71 - Trabalhos em Nampula, no Bairro Muhala, Diocese com D. Manuel Vieira Pinto, Colégio Vasco da Gama e Missão de S. Pedro e Anchilo. Centenas de apontamentos e notas para cursos e celebrações nas escolas das Missões dos Redentoristas, folheto da paróquia em construção no bairro de negros, a construção da Palhota (Igreja, Escola e sala de reuniões e Festas…)

 

1967/70 - Academia Militar em Lisboa, Serra do Pilar em Vila Nova d Gaia, Porto e Viana do Castelo e dois anos mais um em África, responsável pelo Jornal do Batalhão de Artilharia 2838, em Metangula, Maúa e Nampula, «Os LOBOS»... (1967.10) Discurso de um Comandante de Companhia, no final do 1º Curso para Capelães Militares, na Academia Militar, Gomes Freire, Lisboa; (1968/70) Em África – OS LOBOS - Jornal do Batalhão – BART 2838 11 números do Jornal do Batalhão e centenas de folhas em stencil... (1968/70) volume - ÁFRICA I – Moçambique – Em Missão na Guerra, (1970/72) volume ÁFRICA II – A OUTRA Guerra – em Missão Missionária ; ÁFRICA III – Cartas e Memórias ­ Cartas Fotos de uma Paixão que foi Amor impossível...; 1968 realizado em 1994) MEMÓRIAS DE GUERRA – CART 2325 – 68 MOÇAMBIQUE 70 – com José Ribeiro Portilha e (Missa sobre o Mundo de uma Guerra em África, Miandica 1 de Abril de 1968 e CANCIONEIRO DO NIASSA);

 

1961/67 - Trabalhos desenvolvidos em Loriga; Gouveia, nos Jornais locais; Covilhã, no Jornal Notícias da Covilhã; no Ferro, criando uma página separata do Ferro, no Notícias da Covilhã. (1961/68 já na vida activa) Estudos sobre a Bíblia, Teologia e as Notas sobre Pastoral, cadernos e fichas de trabalho; (1964) Estudos e notas sobre os Cursos de Cristandade, intervenção com apoio de Padre Atanásio no Fundão; (1964/66) Notas e missivas de um Chefe Regional de toda a Diocese da Guarda, para os Exploradores, nos tempos de Coadjutor do Padre José de Andrade na Covilhã; (1965) Criação de Veladas de Armas para Escuteiros... Lobitos – Exploradores – Caminheiros... na Covilhã e em Barco… Criação de um texto para O CAMINHO DA CRUZ, prosa poética para uma dramatização, por José Simão de Cirene, revisto em 1991; (1966) Palestras para Jovens da JAC, no Ferro e Minas da Panasqueira;

 

1954/61 – Desde o Curso de Filosofia e Teologia, Seminário Maior da Guarda, imensos trabalhos publicados em órgãos Regionais e da Escola e muitos preparados para publicação: (1954/57) Cadernos de Escutismo e Guia de Patrulha; Fichas e cadernos de trabalhos; (1957 Verão) Relato de uma Viagem pela Europa, até Inglaterra – Jamboree Internacional de 1957; (1958) Colaboração no Jornal Ecos de Manteigas, Director, Dr. José Esteves Gaspar de Carvalho; (1958/59) Colaboração na VITA PLENA, Revista do Seminário Maior da Guarda, coord. de José Bernardino Duarte; (1960) Tradução de um Livro inglês sobre Escutismo, como treino da língua e registo de ideias; FALO para COMUNICAR a SOLIDÃO… que se estende até 1988…

 

 

 

E-Mail: joraga@netcabo.pt
pelo telefone 212 553 223 ou pelo Telmv. 917 632 524
e pelo CORREIO: Rua Almada Negreiros, 48 - 2855-405 CORROIOS.
volte sempre que quiser à minha TEIA na REDE além de: http://www.joraga.net - joraga/alice/gilvicente/feiradecastro/cart2326

Compatível com IE/Netscape na resolução 800x600
Joraga 2000 em viagem